Especialidade: Otorrinolaringologia

A Saúde da Família tem o compromisso de fornecer a seus clientes tratamento médico e odontológico de excelência por um preço justo e um atendimento humanizado.

A Otorrinolaringologia é uma área da medicina que envolve o estudo das funções relacionadas à respiração, audição, deglutição, rouquidão e da saúde das cordas vocais.

O especialista pode atuar tanto no aspecto clínico, com indicação medicamentosa, quanto no âmbito cirúrgico.

Como é de conhecimento mais geral, as principais áreas tratadas estão na cabeça e pescoço dos pacientes e, por isso, alguns dos sintomas frequentes ao se procurar por esse profissional são: obstrução ou secreção no nariz, dificuldades auditivas como surdez, zumbido e dores nessa região, dores de cabeça, dores e sangramentos no ouvido e ainda outros como ronco, rouquidão na voz e dor de garganta.

Otorrinolaringologia

Acesse Nosso Blog

Agende uma Consulta Para Hoje!

Agendar Agora

Sinusite

A sinusite aguda pode ser surgir a partir de um resfriado ou por alergias. Ela pode desaparecer por conta própria. A sinusite crônica dura até oito semanas e pode ser causada por uma infecção ou por tumores.

Os sintomas incluem dor de cabeça, dor facial, secreção nasal e congestão nasal.

A sinusite aguda geralmente não requer nenhum tratamento além do alívio sintomático com medicamentos para a dor, descongestionantes nasais e soro para lavagem nasal. A sinusite crônica pode exigir antibióticos.

Rinite

Rinite é uma inflamação das mucosas do nariz. As rinites têm várias causas, desde resfriados, produtos químicos irritantes, medicamentos e alergia. Os sintomas são muito parecidos entre todos os tipos de rinites. A Rinite Alérgica é um dos tipos mais comuns.

A rinite medicamentosa também é muito freqüente, pois as pessoas usam medicamentos no nariz sem orientação médica, sem saber quais os riscos que estão correndo. Muitos remédios usados no nariz podem causar rinite, ao invés de curá-la.

Já rinite vasomotora é causada por irritantes que também são muito comuns em cidades grandes, devido ao grande número de poluentes e aos agentes irritantes na atmosfera.

A rinite alérgica é muito comum, principalmente onde o ambiente é poluído e a poeira doméstica é abundante, e em locais úmidos, com mofo. Seus sintomas são consequência da resposta do sistema imunológico do próprio indivíduo quando o mesmo entra em contato com alguma substância provocadora (alérgeno).

Polipose nasal

Polipose nasal ou Pólipos nasais são massas polipóides que crescem nas mucosas nasais, ou seja, pequenas bolsas de tecido inflamado que crescem na camada interna do nariz , ou nos seios paranasais.

Os pólipos nasais são massas que não doem e moles, que não costumam causar grandes complicações. Muitas vezes, os pólipos nasais passam despercebidos.

Os pólipos nasais são benignos; porém, alguns tumores apresentam-se como pólipos simples e devem ser avaliados por um especialista. O paciente pode ter um único pólipo nasal, ou pode ter vários agrupados juntos.

Os pólipos nasais são macios e perolados, com uma textura semelhante à da gelatina. Os pólipos nasais podem ser tratados. Contacte o seu médico se você acha que tem pólipos nasais.

Os médicos não sabem a causa dos pólipos nasais. Vários fatores podem contribuir para os pólipos nasais, incluindo:

  • Irritação do seio nasal devido a uma alergia ou infecção;
  • Infecções sinus frequentes;
  • Asma;
  • Alergia às coisas no ar.

Desvio do septo

O desvio de septo ocorre quando a estrutura que separa as duas narinas não é reta. O problema só requer atenção quando interfere na função de respirar.

O desvio de septo nasal é uma condição relativamente comum que pode ser congênita ou adquirida ao longo da vida. Em muitos casos sequer causa sintomas, mas em outros pode dificultar a respiração e gerar incômodos como dor de cabeça e sinusites de repetição.

Felizmente, a cirurgia é um método bastante eficaz para sanar de vez as complicações.

O diagnóstico deve ser feito pelo médico otorrinolaringologista, após exame clínico, considerando os sintomas e utilizando um instrumento para abrir e visualizar o interior das narinas.

Os desvios só representam problema, quando prejudicam a respiração. Por isso, é extremamente importante verificar se não existem outros fatores de risco associados, como a presença de pólipos, tumores ou hipertrofia dos cornetos, responsáveis pela obstrução nasal que requerem tratamento.

Laringite

A laringite é uma doença que causa inflamação na laringe, que pode provocar rouquidão e perda de voz. Na maioria das vezes causada por infecção viral ou fala excessiva, a doença deixa as cordas vocais irritadas, o que gera uma distorção nos sons emitidos.

Em geral, a laringite não é considerada uma doença grave e pode ser tratada em poucas semanas. Porém, os casos de rouquidão persistente (crônica) podem significar problemas mais sérios de saúde.

A laringite pode ser de curto prazo ou de longa duração (crônica). Na maioria das vezes, ela surge rapidamente e dura não mais de duas semanas.

Sintomas crônicos são aqueles que duram duas semanas ou mais. Por isso, marque uma consulta médica se os sintomas persistirem por mais tempo. Nesses casos, a laringite pode ser causada por problemas mais graves.

Otites

A Otite é uma doença que causa infeção do ouvido médio. O ouvido médio é um pequeno espaço cheio de ar atrás do tímpano.
De modo geral, as infecções de ouvido costumam doer bastante devido à inflamação e acúmulo de secreção no ouvido médio.

As crianças costumam a sofrer mais com a Otite que os adultos. Otite em bebês e casos graves no geral podem necessitar de medicamentos antibióticos. Complicações relacionadas à otite, como fluidos persistentes no ouvido médio, infecções persistentes ou infecções repetidas, podem causar problemas de audição e outras complicações graves.

É mais comum em crianças nas idades entre 6 e 36 meses, embora possa acontecer em qualquer idade, geralmente devido a hábitos de higiene prejudiciais. Em geral, é um problema corriqueiro e de fácil resolução, porém, sempre que a dor se estender, é preciso tomar precauções para evitar maiores complicações.

Otites são causadas por bactérias e vírus. Um inchaço causado por um resfriado ou alergia pode bloquear as tubas auditivas – dois canais que ligam as orelhas médias à faringe. Outra forma de contrair otite é pela inflamação da adenóide, um órgão linfático (do sistema imune) localizado na parte de trás do nariz.

Labirintite

A Labirintite é uma doença que gera um quadro aflitivo em que há tontura giratória, geralmente acompanhada de náusea e vômito. Em alguns casos, pressão ou barulho no ouvido, uma espécie de zumbido. Esses são os principais sinais de que a pessoa pode estar com labirintite, uma infecção no labirinto, o órgão responsável pelo equilíbrio, localizado dentro da orelha interna.

A doença que acomete pessoas de todas as idades, das crianças à terceira idade, pode ser desencadeada por diferentes motivos.

A labirintite, geralmente, é causada por infecção viral ou bacteriana, mas também pode ocorrer devido a lesão na cabeça, alergia, reação a um determinado medicamento ou transtornos na circulação sanguínea, que afetem o ouvido interior ou o cérebro.

Outras possíveis causas da labirintite são doenças, envelhecimento, problemas cerebrais ou lesões no sistema visual ou musculoesquelético.

São considerados fatores de risco para a labirintite: hipoglicemia, diabetes, hipertensão, otites, uso de álcool, fumo, café e de certos medicamentos, entre eles, alguns antibióticos, anti-inflamatórios, estresse e ansiedade.

Não Fique com Dúvidas

Perguntas Frequentes

O que faz um médico Otorrino?

O Otorrinolaringologista é responsável pelo cuidado do ouvido (oto), nariz (rino) e da laringe (laringo). É uma das áreas mais amplas da medicina, pois atua não somente em doenças destas regiões do corpo, como também trata de tumores da região da cabeça e pescoço e da cirurgia plástica facial. Para que um médico se especialize em Otorrinolaringologia são necessários seis anos de faculdade de medicina e outros três de residência médica.

Ele é o médico especializado no estudo, prevenção, manutenção e tratamento de doenças relacionadas ao ouvido, nariz, seios da face e garganta, seja através de medicamentos ou procedimentos cirúrgicos.

Qual a importância de consultar um médico Otorrino?

Os médicos otorrinolaringologistas fazem toda a diferença na qualidade de vida de quem sofre de problemas como: infecções e inflamações das vias aéreas, distúrbios digestivos, da fala, audição, cefaleias, tonturas, zumbidos, tosse, problemas de sono, trauma facial e tumores, por exemplo. Além de ainda poderem ajudar na terapia especializada em radiologia, endoscopia, eletrofisiologia e cirurgias cérvico-faciais.

Que técnicas o Otorrino utiliza para fazer diagnósticos e tratamentos?

A avaliação do Otorrinolaringologista é muito importante para o correto diagnóstico e tratamento das doenças que se manifestam com esses sinais e sintomas. O tratamento pode ser tanto cirúrgico quanto clínico, dependendo da doença e de cada caso especificamente.

Para chegar ao diagnóstico correto, o Otorrino realiza exames clínicos no consultório e também encaminha exames de acordo com a região a ser verificada. Alguns deles são:

  • Audiometria Tonal;
  • Audiometria Vocal;
  • Avaliação e Sessão de Fonoterapia;
  • Bera (PEATE) – Pesquisa de Potenciais Auditivos de Tronco Cerebral;
  • Otoemissões Acústicas Produto Distorção;
  • Espectrografia Vocal – Avaliação Acústica da Voz;
  • Impedanciometria;
  • Reabilitação Labiríntica / Reabilitação Vestibular;
  • Teste da Linguinha;
  • Teste de Prótese Auditiva;
  • Testes Vestibulares – com Vectoeletronistagmografia (VENG);
  • Triagem Auditiva Neonatal;
  • Avaliação Endoscópica da Deglutição (FEES);

Quando ele deve ser consultado?

O Otorrinolaringolosita deve ser consultado quando o paciente sente anomalias e desconfortos no sistema respiratório, auditivo e na deglutição. Entre os sintomas mais comuns que requerem a consulta e o auxílio de um otorrinolaringologista é possível destacar algumas enfermidades, que quando reincidentes se tornam passivas de investigação clínica.

Entre esses casos, é possível destacar a obstrução nasal, ou seja, uma pessoa que vive com dificuldade de respirar por sentir que o ar está com dificuldade de passar pelas suas narinas.

Além disso, alguns casos de dor de cabeça e ainda dor na face podem ser tratadas pelo otorrinolaringologista.Também é recomendada a ajuda profissional em caso de secreção nasal de origem desconhecida e também sangramentos nasais frequentes.

Que sintomas indicam a necessidade de agendar uma consulta?

O otorrino deve ser procurado sempre que algum desses sintomas surgirem:
dor para engolir ou de garganta, dor no ouvido ou no nariz; dor na face. ronco, zumbidos, dificuldade auditiva ou surdez, falta de equilíbrio, sangramento ou pus nos ouvidos, garganta ou nariz, tontura ou visão escurecida, rouquidão e alergia das vias respiratórias.

Não pare de aprender

Artigos sobre Otorrinolaringologia

Entre em Contato com Nossa Equipe

Agende uma Consulta

Telefone

Ligue para:
(84) 3214-5426

Unidade Igapó

Av. Bacharel Tomaz Landim, 1251
Natal – RN

Unidade Bernardo Vieira

Av. Bernardo Vieira, 3372.
Natal – RN

WhatsApp

Adicione o número:
(84) 9 9141 2423

Quer tirar suas dúvidas?

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
× Agende sua Consulta!