Por causa da pandemia da Covid-19, os cuidados com a saúde nunca estiveram tão em evidência. Todos os dias temos acompanhado quais são as medidas necessárias para evitar a proliferação do vírus.

Além das medidas preventivas relacionadas ao coronavírus, também precisamos lembrar da nossa saúde de um modo geral. Existem alguns exames e procedimentos que precisam ser realizados de forma regular.

Esses exames e procedimentos, quando realizados periodicamente, podemos chamá-los de check-up. Eles são fundamentais para termos uma ideia geral de como está nossa saúde.

Realizar o check-up é muito importante para identificar possíveis doenças e tratá-la no tempo e na forma correta.

Então, tanto para o homem quanto para a mulher, realizar o check-up anualmente é fundamental. Neste texto, vamos falar em especial sobre o check-up feminino, quais são os exames realizados e muito mais.

Boa leitura!

Check-up feminino: conheça todos os detalhes

Mulheres costumam ir com frequência a hospitais, clínicas populares e consultórios. Segundo a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), elas vão mais aos médicos do que os homens. De acordo com a pesquisa, 78% das mulheres entrevistadas vai ao médico pelo menos uma vez por ano. Já entre os homens, esse número ficou em 63,9%.

Como comentamos logo no ínicio do texto, esse cuidado é muito importante para prevenir e, caso necessário, auxiliar no tratamento de doenças. Mas você sabe quais são as doenças que mais atingem as mulheres?

Além do câncer de mama, uma doença já bem conhecida por atingir as mulheres. Existem várias que infelizmente, tornam-se frequentes. Listamos cinco delas, para você conhecer.

  • Candidíase
  • HPV
  • Infecção urinária
  • Mioma uterino
  • Síndrome dos ovários policísticos (SOP)

Se você quiser um pouco mais sobre esse assunto, confira esse texto que já publicamos aqui no Blog do Centro Médico Saúde da Família.

Vimos que as principais doenças que acometem as mulheres, depois do câncer de mama, são DSTs e relacionadas ao sistema reprodutor. No tópico a seguir vamos falar um pouco mais sobre esse assunto.

Saúde sexual e reprodutiva da mulher

Em uma pesquisa realizada em 2019 pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO), foi apontado que dezenas de milhões de brasileiras não priorizam e, consequentemente, não tratam de sua saúde sexual e reprodutiva.

De acordo com a pesquisa, 6,5 milhões de brasileiras não costumam ir ao ginecologista-obstetra, 4 milhões afirmaram que nunca foram e 16,2 milhões disseram que não fazem uma consulta com esse especialista há mais de um ano. Isso significa que cerca de 20% com 16 anos ou mais correm o risco de ter algum problema sem ao menos imaginar.

Powered by Rock Convert

As mulheres entrevistadas nesta pesquisa, quando questionadas sobre qual especialidade médica é a mais importante para saúde da mulher, cerca de oito a cada dez respondeu que ginecologia e obstetrícia.

Mesmo as mulheres indo mais ao médico que os homens, o percentual que cuida da saúde sexual e reprodutiva ainda é pequeno. Dentro de um check-up feminino estão incluídos exames que contemplam essas áreas.

No Centro Médico Saúde da Família existem pacotes para realização de check-up que cabem no seu bolso e podem te ajudar a manter a saúde em dia. Para mais informações clique AQUI e saiba mais!

Confira alguns dos exames realizados em check-up

Exame colesterol e triglicerídeos:

As mulheres, principalmente, depois dos 40 anos, precisam realizar o exame de sangue para checagem das taxas de colesterol e triglicerídeos. Eles também são importantes para ajudar na prevenção do infarto.

Exame de glicemia em jejum:

Esse exame de sangue deve ser realizado com a paciente em jejum de pelo menos oito horas. Esse exame permite analisar a taxa de açúcar no sangue e permite diagnosticar portadores de diabetes e doença crônica. Mulheres com mais de 45 anos, ou antes, se houver histórico familiar, com taxas altas de colesterol e triglicérides, obesas, sedentárias e idosas, precisam ficar atentas, pois pertencem ao grupo de risco.

Controle da tireoide:

A partir dos 30 anos, as mulheres têm três vezes mais chances de desenvolver distúrbios da tireóide, principalmente o hipotireoidismo. A doença pode ser diagnosticada por um simples exame de sangue em que são realizadas as dosagens dos hormônios tireoidianos T3, T4 e TSH.

Eletrocardiograma:

Caso a mulher não tenha histórico familiar, pode começar a fazer o exame anual a partir dos 50 anos. Dependendo das orientações do médico cardiologista, o eletrocardiograma deverá ser acompanhado do teste ergométrico e ecodopplercardiograma.

Densitometria óssea:

A densitometria, é um exame feito por imagem, com uma tecnologia chamada DXA, semelhante a um raio-x. O exame ajuda a identificar a osteoporose, um mal que afeta a qualidade de vida de muitas mulheres com mais de 50 anos.

Papanicolau:

É um exame indicado para toda mulher que já iniciou a vida sexual. Nele é possível diagnosticar câncer de colo uterino, neoplasias intraepiteliais cervicais, além de identificar doenças sexualmente transmissíveis como tricomoníase e gonorreia.

Exames realizados no check-up feminino no Saúde da Família

Como comentamos anteriormente, aqui no Centro Médico Saúde da Família temos um check-up especial para as mulheres. Nele realizamos os exames fundamentais para o diagnóstico completo sobre a saúde da mulher.

Os exames realizados são: Hemograma, Ureia, Creatina, Sódio, Potássio, Sumário de Urina, Colestrol Total e Frações, Triglicérides, Glicemia (jejum), TGO, TGP, TSH, Preventivo e Ultra Transvaginal.

Pronto! Agora que você já sabe como é importante realizar o check-up feminino e que aqui no Centro Médico Saúde da Família temos pacotes especiais, basta agendar sua consulta.

Para agendar sua consulta é bem rápido e fácil, é só mandar uma mensagem pelo Whatsapp. Clique AQUI e mande sua mensagem!

Deixar uma Mensagem de Resposta

Open chat
1
Olá! Vamos agendar a sua consulta, até mesmo para hoje?